quarta-feira, 18 de agosto de 2010

SACERDÓCIO NA IGREJA

O Sacerdócio na Igreja tendo como texto básico Gálatas 6.1/2

No registro bíblico Paulo nos fala sobre a necessidade de harmonia na igreja, entendimento entre os homens.

Na série Estudos Bíblicos, de John Stott, da Editora Cultura Cristã, Vida Pela Graça, baseado no livro de Gálatas, o autor sob o título Amando Uns Aos Outros,nos fala em seu estuto de número 11 o seguinte:

"A primeira e grande evidência de nosso andar no Espírito ou de estarmos cheios do Espírito não é alguma experiência mística particular, mas nosso relacionamento prático de amor com as outras pessoas. Isso é lógico, uma vez que o primeiro aspecto do fruto do Espírito é o amor. Mas é fácil falar sobre o amor de modo abstrato e genérico, e é muito mais diificil chegar a situações concretas, situações específicas em que demonstramos o nosso amor pelos outros?

O autor apresenta algumas propostas de estudo que podemos desenvolver em encontros dos homens, com fundamento no texto básico para o tema Sacerdócio na Igreja.

Como o Espírito tem ajudado você a amar alguém que de outro modo você não acharia muito amável?

Como você descreveria uma pessoa que é espiritual no sentido cristão?(Gálatas 6.1)

Que tentações acompanham o ver outro cristão pecar(Gálatas 6.1)

Surpreender alguém numa falta exigiria confrontação, talvez o uso de palavras fortes como as de Paulo empregou com Pedro(Gl. 2.11). De que modo a bondade e genileza podem fazer parte da restauração?

Quando você acha mais dificíl pedir ajuda a alguém(Gl. 6.2)?

Quais são alguns exemplos de cargas que os cristãos poderiam e deveriam compartilhar com os outros(Gl. 6.2)

Existem algumas cargas que não deveriam ser compatilhadas?

Quais cargas você precisa de ajuda para levar?

Identifique em sua igreja alguém cuja carga você possa ajudar a levar?

O tema proposto para o trabalho masculino em 2004 é o Sacerdócio na Igreja tendo como texto básico Gálatas 6.1/2
Autor: Luiz Carlos S. Silva
 
Fonte: http://www.ipb.org.br/uph/

Nenhum comentário:

Postar um comentário