sábado, 26 de fevereiro de 2011

Culto de Ações de Graças a Deus - 10º Aniversário de Ordenação Ministerial do Rev. Gilberto Barbosa & Lançamento do CD - Cântico de Ana



10º Aniversário de Ordenação Ministerial do Rev. Gilberto Barbosa & Lançamento do CD - Cântico de Ana

Data: 12/03/2011 (Sábado) -
Rua Rodolfo Bardella, 226 - Fone: 3921.5472

Horário: 19h00 - Pregador: Rev. George Alberto Canêlhas

Local: Igreja Presbiteriana do Brasil em  Brasilândia

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

CONFEDERAÇÃO SINODAL DO TRABALHO MASCULINO DO SINODO DE SÃO PAULO da IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL

Osasco, 12 de Fevereiro de 2011 d.C.


CONVOCAÇÃO

Por ordem do Senhor Presidente da Confederação Sinodal do Trabalho Masculino do SSP, Pb. Heber José de Almeida convoco a referida Confederação para reunir-se em Congresso no dia 21 de Maio de 2011, nas dependências do templo da Igreja Presbiteriana JMC, situada na Rua Rev. José Manoel da Conceição n. 10 centro Jandira – SP, com Ato de Verificação de Poderes tendo início ás 08,30horas.

Aproveito o ensejo para as seguintes informações e instruções:

I – Cada Federação deverá fazer se representar por até seis (06) Delegados, sendo (05) Delegados eleitos para esse fim, e o Presidente ou seu substituto legal nos termos da alínea b do art. 65, e alínea e do art. 66 do MUSI.

II – Cada Delegado deverá apresentar á Mesa sua Credencial individual, a qual deve ser assinada pelo Presidente e pelo Secretário Executivo.

III – As Federações deverão enviar ao referido Congresso os seguintes Documentos;

Livro de Atas, Relatório de suas Atividades no biênio, e a Folha de Estatística devidamente preenchida. Solicitamos a gentileza para evitar emitir Relatório manualmente. Quanto ao Livro de Atas, solicitamos que sejam criteriosamente observadas as instruções para confecção de Atas Eletrônicas, estabelecidas pela Comissão de Organização Sistemas e Métodos – CSM/IPB, transcritas nas folhas 147 a 158 do MUSI.

IV – Solicitamos ainda atenção especial das Federações no sentido de enviar ao Congresso o maior número possível de Delegados, estimulando-os a cooperar no trabalho, com disposição para aceitar cargos na Mesa Diretora da Confederação, se possível indicando dois Delegados para os cargos que eles mesmos escolherem.

Sendo o que me cumpria, desejando as mais ricas bênçãos sobre o Congresso, firmo-me no amor de Cristo.

Pela Confederação.


Samuel Alves Fernandes
Secretário Executivo.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Encontro Sinodal da UPH - Dia 12/02/2011 d.C - Sábado

Caros Irmãos

A Confederação Nacional dos Homens Presbiterianos tendo concretizado uma parceria com o Centro Presbiteriano de Pós Graduação Andrew Jumper, estará promovendo no dia 12 de fevereiro de 2.010, com início às 8H00MIN, o PROJETO PILOTO, tendo como local escolhido a IGREJA PRESBITERIANA UNIDA DE SÃO PAULO, localizada à Rua Helvétia nª 772 - Campos Elísios - São Paulo - SP.

As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de janeiro com o Irmão APARECIDO B.AGUIAR da seguinte forma:

1º - Depositar o valor de R$ 20,00 (Café da manhã, almoço e lanche a tarde) na Conta Corrente:
BANCO ITAÚ  -  AGÊNCIA 0262  CONTA CORRENTE 90.113-5 em nome de Aparecido B.Aguiar;

2º - Comunicar, através do E-MAIL:  http://www.blogger.com/

3º - Apresentar-se no local no dia e hora estabelecido para participação no curso.

OBS.: ENCERRAMENTO DOS TRABALHOS AS 19H00MIN.

Paulo Silas Casini - Heber José de Almeida - Paulo Ivo
LEIAM OS ANEXOS PUBLICADOS NA REVISTA DA UPH matéria do Rv.Valdeci do Andrew Jumper!




quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Médico cristão é demitido por se preocupar com a homossexualidade



Um médico cristão que foi nomeado para um conselho consultivo de drogas do governo inglês foi demitido depois de queixas vindas de ativistas homossexuais e outros que fizeram objeções aos comentários dele conectando o estilo de vida homossexual ao vício de drogas e abuso sexual de meninos.

O Dr. Hans-Christian Raabe havia sido nomeado para o Conselho Consultivo sobre Uso Indevido de Drogas (CCUID). Ele sofreu a ira dos ativistas gays quando disse que o vício de drogas é uma das razões por que o estilo de vida homossexual é destrutivo. Ele é membro e consultor da Comunidade Maranata, um movimento cristão que oferece aconselhamento para homossexuais que desejam deixar o estilo de vida gay.

Autoridades do Ministério do Interior também disseram que Raabe não havia revelado o fato de que ele é autor de um estudo que indica que há uma ligação entre a homossexualidade e a pedofilia. Durante o processo de entrevistas para o conselho, pediu-se que o Dr. Raabe revelasse qualquer coisa sobre sua vida pessoal ou profissional que poderia trazer vergonha para ele, para o governo ou para o CCUID.

Um porta-voz do Ministério do Interior disse: “A nomeação do Dr. Raabe para o CCUID foi revogada e estaremos iniciando uma campanha para recrutar um médico clínico que possa substitui-lo logo”.

O estudo dele em questão, um depoimento intitulado “Casamento Gay e Homossexualidade, Alguns Comentários Médicos”, foi apresentado para os parlamentares do Canadá que estavam considerando um projeto de lei que criaria o “casamento gay”.

O estudo alertou que a normalização da atividade homossexual já tem trazido como consequência graves riscos à saúde pública e aumentaria as despesas na saúde pública para tratar pessoas afetadas pela perigosa conduta sexual dos homossexuais.

“Mais de 70 por cento de todos os diagnósticos de AIDS no Canadá em adultos acima da idade de 15 anos até junho de 2004 estavam entre homens homossexuais (13.019 dos 19.238),” disse o estudo.

O comentário no estudo que de modo especial deixou furiosos os ativistas homossexuais ingleses e seus defensores nos meios de comunicação alertava acerca da conexão entre homossexualidade e abuso sexual de meninos.

“Embora a maioria dos homossexuais não esteja envolvida em pedofilia… há um número desproporcionalmente maior de homossexuais entre pedófilos e há algo em comum entre o movimento gay e o movimento que quer tornar a pedofilia aceitável”.

Apesar da impopularidade política, essa conclusão teve apoio de um documento de 1998 do Ministério do Interior, o ministério responsável pela remoção do Dr. Raabe do conselho sobre drogas, que disse, “aproximadamente de 20 a 33 por cento dos abusos sexuais de crianças são de natureza homossexual”, apesar do fato de que os homossexuais compõem no máximo uma pequena percentagem da população geral.

Numa declaração, o Dr. Raabe disse: “Minha nomeação foi revogada com base na percepção errada de que eu poderia potencialmente discriminar pessoas gays — algo que nunca fiz, nem na minha vida particular nem na minha vida profissional”.

Foi revogada, disse ele, “como consequência de minhas opiniões em assuntos sem relação nenhuma com as políticas de drogas”.

Colin Hart, diretor do Instituto Cristão, comentou: “Parece que a ideologia politicamente correta está sã e salva no Ministério do Interior”.

Traduzido por Julio Severo - Fonte: Noticias Pro Familia

Via: http://www.guiame.com.br/

http://www.guiame.com.br/v4/95732-1692-M-dico-crist-o-demitido-por-se-preocupar-com-a-homossexualidade.html

Mitos e verdades do toque retal

Temido por muitos homens, exame detecta anomalias na próstata e deve ser feito a partir dos 45 anos

O toque retal é um exame simples, rápido e considerado muito eficiente para detectar problemas na próstata.

Contudo, a maneira como ele é realizado ainda faz muitos homens evitarem os consultórios urológicos. No filme Biutiful, indicado ao Oscar, o personagem do ator Javier Bardem, por adiar tanto o exame, acaba por descobrir um câncer na próstata em estágio avançado, já espalhado por outros órgãos.

"As coisas têm mudado bastante nos últimos 10 anos. O exame está mais aceito porque as pessoas estão se conscientizando de sua necessidade", afirma o urologista Cássio Andreoni, chefe da disciplina de urologia na Unifesp.

Apesar disso, o exame ainda é cercado por preconceito, piadinhas e medo. "O paciente chega com dúvidas no consultório. Pergunta como vai ser, se vai doer", conta o médico. O iG Saúde selecionou na forma de mitos e verdades as principais informações sobre o exame para quem vai fazê-lo pela primeira vez. Vale lembrar que toda próstata adoece, mais cedo ou mais tarde. Só no Brasil, o câncer de próstata atinge 52 mil pessoas por ano, por isso é tão recomendado o acompanhamento médico.

Todo homem precisa fazer o toque retal.

Verdade – Não existe outro exame capaz de substituir o toque retal. Ele deve ser feito anualmente a partir dos 45 anos. Se houver histórico familiar de câncer na próstata, o primeiro toque deve acontecer aos 40 anos.

O toque retal dói.

Mito – Ele causa incômodo. “O desconforto é maior quando o homem não está relaxado”, afirma o urologista Cássio Andreoni, chefe da disciplina de urologia na Unifesp. Há risco de doer caso o homem tenha alguma inflamação na próstata, pois ela vai ser tocada durante o exame. O processo é rápido, dura alguns segundos.

Se o exame de PSA der normal, isso significa que não tenho câncer.

Mito – “Em cerca de 15% dos resultados normais, o paciente tem problemas detectados no exame de toque”, afirma o urologista Manoel Antonio Guimarães, diretor clínico do Hospital da Polícia Militar do Paraná.

Se o PSA for aperfeiçoado, ele poderá substituir o toque retal.

Mito - Inicialmente, acreditava-se que o PSA (antígeno prostático específico) fosse uma enzima exclusiva da próstata, mas hoje é sabido que ela é produzida por outras glândulas como as periuretrais e as pancreáticas. É pouco provável que ele venha a substituir o toque retal, embora ainda seja um indicador interessante e simples de obter (por exame de sangue).

Mesmo sem indício de câncer, é preciso continuar fazendo os exames de toque anualmente.

Verdade – Estima-se que um em cada seis pessoas com 75 anos tenham tumor na próstata. Este é o segundo câncer mais comum em homens, perdendo apenas para o tumor de pele não-melanoma, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA). São esperados mais de 52 mil diagnósticos por ano no País.

Exames de imagem podem detectar tumores pequenos na próstata.

Mito – Diferente de outros cânceres, como o de mama, o tumor na próstata não surge com apenas um foco concentrado. Ele possui diversos pontos pequenos, mais fáceis de serem notados pelo toque do urologista.

O toque retal detecta outros problemas na região, além do câncer de próstata.

Verdade – Ele representa uma avaliação geral da próstata e pode detectar alterações como hiperplasia (aumento acima do normal), causado por alterações hormonais. O exame detecta ainda inflamações e doenças no canal retal. “O contato com o paciente, um exame físico, representa a base da medicina. É tão básico quanto verificar a pressão arterial ou a temperatura”, compara Andreoni.

O exame retal requer que o paciente fique em posição ginecológica.

Mito – Existem alternativas de posições para o exame, como deitar o paciente de lado. A possibilidade de mudar a posição pode ajudar o paciente a se sentir mais confortável, reduzindo o incômodo.

O câncer de próstata faz parte do envelhecimento do homem.

Verdade – O passar do tempo torna algumas mudanças evidentes no corpo do homem. A barriga cresce, a massa muscular pode reduzir, assim como a disposição sexual. São consequências de alterações hormonais. Além do que sobressai à vista, outras mudanças acontecem no organismo e podem colocar a saúde em risco. Uma delas ocorre na próstata. Estima-se que todo homem que viver até os 100 anos terá algum tumor na próstata.

É preciso fazer uma biópsia para confirmar o câncer de próstata.

Verdade – O exame de toque é o mais indicado para levantar a suspeita da doença, entre outros problemas da próstata. Mas apenas uma biópsia confirma o tumor, bem como sua gravidade.

Nem todos os tumores na próstata precisam ser tratados.

Verdade – Alguns progridem muito lentamente, por isso precisam apenas ser acompanhados, em vez de tratados. “É frequente dizer ao paciente que ele vai morrer com o tumor, e não por causa do tumor”, afirma Andreoni.

Todo paciente que opera a próstata acaba com algum grau de impotência ou de incontinência urinária.

Mito – “A disfunção erétil atinge cerca de 10% dos pacientes e a incontinência urinária não passa dos 3%”, conta Andreoni. Os índices de sequelas diminuíram bastante desde que a cirurgia pôde ser realizada com auxílio de robôs. Atualmente, até os serviços públicos de saúde oferecem técnicas minimamente invasivas, que permitem ao paciente se recuperar rapidamente.

Fonte: iG
Via: http://www.guiame.com.br/
Fonte Via: http://www.guiame.com.br/v4/95723-1702-Mitos-e-verdades-do-toque-retal.html

Os três inimigos do homem - Ronco, barriga de chope e disfunção erétil andam juntos. Saiba como quebrar este círculo vicioso



Quem ronca geralmente não sabe o risco que está correndo. Não se trata apenas de quebrar o silêncio da noite e perturbar aqueles que compartilham do mesmo espaço. Roncar é sintoma de problemas que muito provavelmente vão causar disfunção erétil.

O homem que ronca tem três vezes mais chances de falhar na hora do sexo. E esse risco aumenta para quatro vezes após os 50 anos. Isso acontece porque o sono do roncador é prejudicado e, sem completar os ciclos necessários de descanso, o organismo sofre alterações metabólicas perigosas.

O foco das atenções está sempre no ronco devido ao desconforto sonoro que ele causa. Mas o grande vilão da história é outro. Roncar é sintoma de apneia do sono, doença na qual a respiração chega a ser interrompida por alguns segundo.

“Essa interrupção torna o sono fragmentado e mais superficial”, explica Geraldo Rizzo, neurologista e especialista em sono do Hospital Moinhos de Vento. Ele esclarece que tal fragmentação impede o homem de atingir os estágios mais profundos do descanso, os quais são necessário para a produção de testosterona, hormônio do crescimento e óxido nítrico.

Principal hormônio masculino, a testosterona está diretamente ligada à libido e à vitalidade do homem. Quando há queda na produção dela, a pessoa passa a ter menos desejo sexual. “Já o óxido nítrico é um neurotransmissor responsável pela ereção. Ele mantém a irrigação dos corpos cavernosos (anatomia interna do pênis)”, afirma o dentista Fausto Ito, membro da Associação Brasileira do Sono.

O hormônio do crescimento não tem uma ligação tão forte com o desempenho sexual, mas há uma relação indireta. Quando o homem sofre uma redução na produção deste hormônio, ele se torna mais cansado e mais vulnerável a doenças. Isso pode interferir em sua vida sexual e até mesmo em sua aparência.

E a barriga de chope?

A gordura visceral, também chamada de barriga de chope, agrava toda a situação. Ela intensifica de algumas formas a relação entre apneia do sono e disfunção erétil. O próprio peso da barriga já é um problema. “Ele pode comprometer o movimento respiratório”, alerta Rizzo.

Isso acontece porque a gordura abdominal se concentra na mesma região do diafragma, músculo que está logo abaixo das costelas. Ele é responsável por viabilizar os movimentos da respiração e, quando há muito peso em cima, a força para tal movimento precisa ser maior.

Além do peso, a barriga de chope traz consigo outro problema: o chope. O consumo regular de qualquer bebida alcoólica interfere no sistema nervoso central e causa relaxamento muscular por todo o corpo. “Isso faz a pessoa roncar mais e mais alto. Também aumenta a quantidade e o tempo de apneia”, afirma Fauto Ito. Assim, o homem terá mais interrupções e interrupções mais longas da respiração durante sono, o que vai aumentar a chance de impotência.

Não bastasse tudo isso, a barriga de chope é sinal também de que o homem está acima do peso e provavelmente acumula gordura na região do pescoço. Isso prejudica a passagem do ar durante o sono e pode causar ou agravar a apneia.

Ainda pode piorar


Ter disfunção erétil não é a única consequência grave da combinação ronco e barriga de chope, há risco de variações na pressão arterial perigosas para quem sofre de hipertensão ou tem problemas cardíacos. “Quando a respiração do apneico é interrompida, o coração bate lentamente e a pressão arterial diminui. Mas quando o homem volta a respirar, acontece um pico de pressão arterial”, alerta Luciano Ribeiro, neurologista do Instituto do Sono.

Há também risco aumentado para diabetes, infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e para todas as doenças da síndrome metabólica. "Dormir mal aumenta a produção de grelina e reduz a de leptina", aponta Fausto Ito. A leptina é um hormônio ligado a saciedade, enquanto a grelina está ligada ao apetite. "A pessoa terá menos saciedade e mais vontade de comer, especialmente alimentos mais gordurosos", afirma.

O combate ao problema requer estratégias individualizadas. “É preciso identificar a causa da apneia”, aponta Ito.

A respiração pode ser interrompida por outros fatores anatômicos, como mandíbula inferior muito retraída, língua grande ou palato muito baixo. Estresse, ansiedade, consumo elevado de café ou energéticos, ingestão de bebidas alcoólicas, tudo pode contribuir para a combinação de problemas.

“Uma avaliação clínica ajuda a identificá-los e depois traçamos uma estratégia para melhorar a higiene do sono, para que o homem consiga dormir bem e com tranqüilidade”, explica o dentista.


Fonte: http://www.guiame.com.br/v4/95726-1702-Os-tr-s-inimigos-do-homem.html